sábado, 11 de fevereiro de 2017


A hipocrisia petista
(BRASÍLIA) - A ensandecida bancada petista no Senado começa a esbravejar contra a indicação do jurista Alexandre de Moraes para o Supremo Tribunal Federal, pelo presidente Michel Temer. Nos próximos dias a casa deverá aprovar colocar em votação o nome na Comissão de Constituição e Justiça e em seguida no plenário. Protestariam contra qualquer nome, esquecendo as excrecências dos governos Lula/Dilma em várias indicações para tribunais superiores, imaginem com um ministro do governo adversário. Não importa os conhecimentos de Moraes, sua trajetória como um dos mais lidos e renomados constitucionalistas do país. Vão buscar apenas seus “defeitos e pecados” para brada-los nos holofotes midiáticos. E eles inventam o absurdo, criam histórias escabrosas, falseiam fatos e os distorcem como sempre foi a prática de uma militância marginal dos integrantes da bancada do PT e seus aliados iguais.
Alexandre de Moraes talvez não seja o nome que o país precisa na substituição de Teori Zavascki no STF, no entanto foi o melhor entre os concorrentes ao cargo. Por pouco não acontecia coisa pior: a indicação do jurista Ives Gandra Martins Filho. Um jurista de posições retrógradas, com ideias fascistas e membro de uma absurda seita reacionária da igreja católica, a Opus Dei.
Em pronunciamento o senador Humberto Costa (PE), protestou contra a indicação do ministro da Justiça para o STF. — “Não poderia ter sido uma escolha mais infeliz, uma escolha rejeitada por todo o Brasil, não só pela oposição, mas por muitos que apoiam o governo e apoiaram o golpe que levou esse grupo ao governo”.
Insisto na tese: não é o nome ideal para a Corte Suprema, mas é o que temos. Até porque diante de indicações como Dias Toffoli, advogado militante partidário e comprovadamente despreparado para a função e outros nomes “eleitos” pelos governos petistas está muito bom.
É irrelevante o fato de o ministro ser filiado a um partido político (PSDB) no momento de sua indicação. Outros brilhantes ministros o foram a exemplo de: Nelson Jobim, Ayres Britto, Paulo Brossard.
Reclamam em histeria os petistas “o absurdo de uma indicação política” e esquecem o quanto as indicações foram políticas nos governos sujos de Dilma e Lula, seus “heróis Macunaímas”.
Nas maiores democracias do mundo a filiação partidária não impede a indicação para os Tribunais. Basta acessar ao site da Suprema Corte americana (supreme-court-justice.insidegov.com) e verificar a galeria de seus ministros, com uma breve biografia  e suas respectivas filiações partidárias. Está lá em cada um: Party Affiliation ( Republican Party / Democratic Party).
Em resposta ao devaneio petista a senadora Ana Amélia deu um troco adequado: — “Nós temos que deixar a hipocrisia de lado, a incoerência de lado, e termos respeito à verdade, respeito à realidade política e institucional de nosso país. Vamos parar com essa conversa e com essa enganação, com essa tentativa de mascarar a realidade e parar também com essa hipocrisia que não ajuda com o respeito que a sociedade tem com esta Casa”.
Discordo da senadora com relação ao “respeito à casa” , mas concordo quando fala em suas hipocrisias.
Eles e nós
O deputado Manuel Rosa Neca (PR-RJ) chegou à Câmara como suplente, em janeiro de 2013. Cinco meses mais tarde, ingressou no plano de previdência dos congressistas. Completou apenas dois anos de mandato como deputado federal. Com o aproveitamento (averbação) de parte de mandatos anteriores de vereador e prefeito em Nilópolis (RJ), além de mais 26 anos de contribuição ao INSS, conseguiu a aposentadoria e recebe, hoje, R$ 8,6 mil. Esse é um dos exemplos das facilidades do Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC), que conta com regras bem mais brandas e flexíveis do que as previstas na reforma da previdência a ser votada pelos deputados e senadores nos próximos meses. Na verdade eles só pensam “naquilo” e o povo que se lasque.
TRE no Shopping
Embora o atendimento aos eleitores no Fórum Eleitoral de Maceió, na Gruta de Lourdes, seja de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30, a Central de Atendimento ao Eleitor, recém-inaugurada na Central Já, no shopping Maceió, funcionará das 8h às 17h, também de segunda a sexta-feira. Com o novo horário, os eleitores de qualquer Zona Eleitoral de Maceió poderão resolver suas pendências com a Justiça Eleitoral com mais comodidade e horário mais flexível.
Durante a sessão administrativa do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), os desembargadores eleitorais fizeram questão de ressaltar a importância do novo local de atendimento pela proximidade com a população. “Trata-se de um centro comercial com um fluxo enorme de pessoas e muito bem localizado, além de ter uma excelente estrutura para receber os eleitores com conforto e comodidade,” afirmou o presidente do TRE/AL, desembargador José Carlos Malta Marques.
Bem vindos os pardais
Está decidido que os “pardais” estarão de volta em breve mesmo com os protestos e xingamentos dos motoristas irresponsáveis, que certamente serão multados em profusão por suas infrações. O equipamento já instalado nas principais vias de tráfego na capital será religado após decisão favorável ao seu funcionamento. Maceió hoje é talvez a única capital que não está adotando os fiscalizadores e “multadores” eletrônicos em seu caótico trânsito. Ninguém pode dizer que os “pardais” têm o objetivo de multar para crescer a arrecadação da prefeitura, pois se todos andarem certos não haverá uma multa sequer. Está comprovada estatisticamente a redução drástica no número de acidentes em todas as cidades que adotam o sistema. Bem vindos os pardais.
Pega na mentira
Na retomada de seus trabalhos esta semana o Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional aprovou a realização de seminário para debater a proliferação de notícias falsas no ambiente digital. O debate, proposto pelo conselheiro e representante das empresas de rádio, Walter Ceneviva, será realizado em abril, com a participação de representantes da sociedade civil e de especialistas do setor.
Na avaliação de Davi Emerich, representante da sociedade civil no conselho, o debate é oportuno. Ele lembrou que, no passado, a mídia tradicional fazia uma intermediação, filtrando as notícias falsas, o que não ocorre com rigor no ambiente virtual dos dias de hoje.

Conta gotas

DESEMBARGADOR José Carlos Malta à frente do Tribunal Regional Eleitoral realiza uma administração austera, competente e de valorização dos servidores.

PADRE ERALDO, prefeito de Delmiro Gouveia desde sua posse não tem parado. Cuida da administração e exerce influente liderança entre seus colegas do Sertão.

COMEÇOU o ano de 2018. Articulações políticas de bastidores estão em frenético desenrolar com vistas às acirradas disputas para o Governo e Senado. A guerra começou cedo.

MINISTRO Maurício Quintella tem se destacado como um dos principais quadros do Governo Michel Temer. Tem visão de Brasil, mas não se descuida de Alagoas.


ABRAÃO MOURA, ex-prefeito de Paripueira é citado como exemplo para os novos gestores. Deixou dinheiro em caixa e as contas em dia para seu sucessor. Uma rara e louvável exceção.

Para refletir“Alexandre de Moraes é ruim, eu sei. Mas Ives Gandra seria muito pior”. (De um especialista em Brasil)

Coluna publicada também em : Jornal Extra, Jornal Tribuna do Sertão, Jornal Tribuna Alagoana. Sites: Painel Notícias, Tribuna do Sertão, Tribuna do Agreste, Primeiro Moimento.

Nenhum comentário: